ANSIEDADE: Como fazer para controlar?

Como se sabe, tem-se discutido muito mais sobre doenças mentais e o reflexo delas na nossa vida, entretanto, a doença que definitivamente tem se espalhado e atingido inúmeras pessoas no decorrer dos anos é a ansiedade, que é considerada a doença do século XXI.

A OMS – Organização Mundial de Saúde, registrou que o Brasil tem o maior índice de transtorno de ansiedade do mundo. E como se tem discutido mais sobre o assunto, as pessoas têm entendido que a ansiedade afeta o nosso dia a dia, a realização das nossas atividades pessoais e profissionais, por isso, é necessário saber como controlar os sintomas de ansiedade.

É necessário salientar que a ajuda de um médico psiquiatra ou um psicólogo é sempre aconselhável, já que o mesmo saberá o grau de ansiedade e inclusive o auxiliará a descobrir os motivos que suscitam ansiedade e assim a controlá-los, entretanto, algumas atividades podem te auxiliar na rotina e nas constantes ações que são um “gatilho” para as crises.

1- Medite

A meditação tem agaranhado cada vez mais adeptos, justamente por ter comprovação científica de que diminui o estresse e também ajuda a mudar o cérebro. É possível realizar a meditação com um grupo de pessoas, ou aprender algumas técnicas pela internet e praticar em casa mesmo. O essencial é se desconectar do mundo e focar em você, no seu corpo e na sua respiração.

Ao viver um momento de estresse respire fundo, inspire e solte o ar quantas vezes for necessário, ao fim, você vai perceber que estará mais calmo.

2 – Respire quantas vezes for necessário!

Como dito anteriormente, a respiração é essencial para controlar a sua ansiedade, mas também a sua mente. É comprovado que a respiração está relacionada com o nosso sistema nervoso, por isso, inspire e respire, e tente utilizar o diafragma.

Alongamentos também são úteis e ajudam a gastar energia, o que é excelente para os ansiosos.

3- Sono

Dormir é essencial para qualquer pessoa, mas um sono de qualidade é essencial para que você esteja com a mente limpa e renovada nos dias que descendem da noite, por isso, não fique no celular ou ligado a atividades relacionadas ao trabalho ou a algum tipo de estresse antes de dormir. Prefira ler um livro, ouvir música ou outra coisa parecida antes de dormir.

4- Evite álcool

O álcool e o tabaco, por todos as substancias que os compõem pode aumentar ainda mais a sua ansiedade e corroborar com o surgimento de outros problemas, por isso, preferencialmente, os evite.

5-Procure ajuda

Um comportamento ou algo se torna um maléfico para nós quando passa a atrapalhar a nossa vida. As pessoas estão começando a falar saúde mental e conscientizando as pessoas de que não é vergonha alguma procurar um médico psiquiatra ou passar em consulta com um psicólogo, por isso, procure ajuda.

6- Apenas pare! Parar, às vezes, é a chave…

Por hábito, comodismo ou por que “é mais fácil” deixamos, às vezes, que coisas e pessoas que não nos deixam bem permaneçam na nossa vida. Por isso, avalie o que ocasiona as suas crises de ansiedade, o que corrobora para que elas piorem e deixe fluir, já que, em alguns casos, a preocupação excessiva e não desligar o cérebro por um minuto é o que nos deixa mal.