Colágeno como aliado da indústria de alimentos

Além do tipo de produto, dos processos na hora de produção, da higienização e da embalagem, há outros fatores que podem contribuir para o aumento ou diminuição do tempo de prateleira de determinado item. Para evitar a deterioração de alimentos no shelf life, é preciso que tanto a indústria, quanto o comércio que vende o item tenham alguns cuidados específicos. Isso evita perdas e ajuda na economia.

É necessário lembrar que Além de processos industriais, há outros fatores importantes para aumentar o tempo de prateleira de um produto como o estoque correto, que não pode ser feito em local úmido.

A temperatura de armazenamento adequada, de acordo com o produto, e umidade controlada são essenciais para garantir a durabilidade do alimento. Quando o estoque não é feito de forma correta, o item pode sofrer alterações biológicas, químicas e estragar antes mesmo de o prazo de validade terminar.

O transporte também deve ser feito corretamente. Alguns alimentos devem ser levados para os pontos de venda apenas em caminhões refrigerados, para que a temperatura ideal seja mantida.

Depois de todas essas informações, você pode estar questionando: Afinal,como o colágeno pode aumentar o shelf life?

Esse produto é um aliado na indústria de alimentos. O colágeno é uma proteína, que é extraída da pele bovina, quando usada na indústria de alimentos, traz os seguintes benefícios:

– Aumenta a estabilidade dos produtos durante o prazo de validade, evitando a deterioração;

– Reduz o tempo de maturação em embutidos secos;

– Melhora da retenção de gordura;

– Reduz a eliminação de água em alimentos frescos cozidos;

– Melhora a textura e do fatiamento;

– Ajuda a dar uma aparência mais agradável para produtos com baixo teor de gordura.

Com tantos benefícios, pouco a pouco, o uso do colágeno na indústria de alimentos vem aumentando, visando sempre oferecer um produto de mais qualidade e seguro ao consumidor.