Confira informações sobre o que fazer para conseguir sucesso ao abrir o próprio negócio, por Flavio Maluf

Dar início a um negócio próprio, em geral, é sinônimo de burocracia, ainda que esta seja menor do que a verificada quando da abertura de grandes empresas. Conforme uma publicação do Portal Exame, essa realidade pode variar conforme o país onde se reside. O empresário Flavio Maluf salienta que na Austrália, por exemplo, a documentação equivalente ao CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas) brasileiro fica pronta em questão de alguns minutos.

Um exemplo citado na reportagem foi o da brasileira Fernanda Saad, que morava em terras australianas e optou por empreender naquele país. A empresária explica que há um sistema bastante simplificado para emissão de notas fiscais e declarações de imposto de renda. Fernanda destaca que o método de controle australiano dispensa até mesmo a procura por serviços de contabilidade, dada a facilidade de acesso e navegação que o programa permite. De modo geral, tudo consistia em elencar os gastos e os valores recebidos no período de um ano.

Flavio Maluf reporta que, quando Fernanda retornou ao Brasil, decidiu trabalhar novamente em um empreendimento próprio. Dessa vez, no entanto, a situação mostrava-se bastante diferente da experimentada na Austrália. Foi então que a brasileira julgou que era a hora de ir em busca de ajuda profissional, em face do grande volume de trâmites burocráticos que precisava cumprir.

Mesmo com a quantidade elevada de burocracia, é possível seguir alguns passos que facilitam a jornada de quem deseja empreender, além de assegurar que a empresa operará dentro dos quesitos legais. A primeira etapa, segundo citada na reportagem, é ir em busca da formalização do próprio negócio. O conselho é consenso tanto por parte do Sebrae, quanto de outros especialistas no assunto. Assim sendo, é necessário que se faça a inscrição no CNPJ.

Outro aspecto que merece grande atenção refere-se à organização da emissão de notas fiscais da empresa. A disciplina é considerada fundamental, uma vez que a desorganização nestes documentos poderá gerar grandes transtornos e perda de tempo. O ideal é que o lançamento destas notas seja realizado antes que ocorra p pagamento por algum serviço prestado ou mercadoria vendida. O empresário brasileiro Flavio Maluf ressalta que é preciso atentar para o estado onde se atua, já que há diferentes sistemas em operação no país.

Prever quais impostos deverão ser pagos pela empresa é outra dica para quem não quer ter surpresas desagradáveis, noticia o empreendedor. Mesmo com algumas variações, é possível que se tenha uma base aproximada dos gastos com estas operações. É necessário, contudo, que o empreendedor separe a conta pessoal da empresarial, a fim de que não haja confusão na hora de se analisar as finanças.

A busca por um serviço contábil é fundamental para que o empreendedor consiga ter o devido equilíbrio em relação ao próprio negócio. Os valores praticados costumam ser proporcionais ao porte do empreendimento, algo que torna esse tipo de serviço acessível. Além disso, Flavio Maluf pontua que o auxílio de um especialista proporciona maior segurança jurídica ao empresário, uma vez que o norteará quanto aos seus deveres enquanto empreendedor.