Suzano divulga prejuízo de R$ 1,23 bilhão no primeiro trimestre de 2019

A grande companhia brasileira Suzano, divulgou o relatório do primeiro trimestre de 2019 apontando prejuízo para os primeiros três meses no valor de R$ 1,23 bilhão. Os dados informados pela empresa mostram uma reversão do lucro líquido que foi atribuído aos acionistas neste mesmo período em 2018, sendo confirmado no valor de R$ 813,1 milhões.

Nas notícias informadas pela Suzano, os novos resultados compõem o reajuste de dados em relação ao primeiro trimestre do ano passado, onde foi considerado a incorporação da Fibria, ou seja, isso resultou em uma soma nos lucros do ano passado, sendo registrado no valor de R$ 1,4 bilhão.

De acordo com o ITR (Informe Trimestral de Resultados), considerando apenas a receita líquida houve um aumento de 90% no primeiro trimestre do ano passado, totalizando o valor de R$ 5,7 bilhões. Considerando a incorporação da Fibria, esse total sobe para R$ 6,7 bilhões nos primeiros três meses de 2018. Com isso, foi considerado uma queda de 15% no primeiro trimestre deste ano, quando comparado com o mesmo período no ano passado.

Segundo as informações divulgadas pela companhia Suzano, a queda nas receitas, assim como nos lucros, é um resultado do recuo de 30% registrado no volume de vendas no mesmo período. De acordo com os dados divulgados, houve uma queda expressiva nas vendas de celulose, o que impactou diretamente na receita da empresa. A queda foi parcialmente compensada através do aumento da receita gerada com papel, que registrou uma elevação de 19% durante o período. Isso proporcionou um aumento no preço médio líquido, que foi estimado em 17%.

Sem considerar os juros, depreciação, impostos e amortização, que é chamado de Ebitda em inglês, o lucro foi ajustado para R$ 2.76 bilhões, juntamente com a incorporação da Fibria. Isso representa de qualquer forma uma queda de 18% durante o período analisado. Já com a margem Ebitda a perda é ainda maior, sendo de 50%, prevista anteriormente, para um total de 48% neste primeiro trimestre, quando comparado com o ano de 2018. Além de todos esses dados, a Suzano informou que a despesa financeira da empresa chegou a R$ 1,9 bilhão nos primeiros três meses de 2019, sendo um aumento de 353% quando comparado ao resultado financeiro do mesmo período, que também foi negativo em 2018.