Psicologia daqueles que lêem e não comentam

A ausência de comentários em um blog é o principal pesadelo daqueles que começam a escrever e publicar artigos. De fato, é um dos principais, porque o primeiro lugar toca a ausência de visitas. Visitas, onde estão as visitas?

Nós nos aquecemos em visitas. Os números são sinônimos de sucesso: as visitas aumentam, os objetivos aumentam. Não é assim, existem outros passos a serem alcançados. Uma delas é a interação com o público.

Uma interação que é frequentemente escondida. Comentários não chegam e o desespero toma conta. “Talvez eu não escreva bem – você pergunta – ou eu não sou interessante. Ou talvez eu precise aumentar as visitas”.

Para aumentar os comentários. você não precisa apenas de visitas. Tudo é baseado em uma série de princípios. Aqui estão elementos da psicologia para entender (e desvendar) aqueles que lêem as notícias e não comentam.

Por que eu tenho que começar? Esse é o raciocínio que desenvolve quem chega no post e não encontra comentários. Por que eu tenho que começar? Se ninguém tiver comentado, haverá um motivo. O número de comentários representa uma prova social: é proporcional ao sucesso e representa um elemento atrativo para os leitores.

Imagine isso: entre em um blog e encontre uma boa discussão. Encontre mensagens articuladas, ideias, opiniões. E você também encontrará respostas interessantes. Bem, neste caso, é normal deixar um comentário.

Quando você encontra o deserto, é fácil perder o entusiasmo. Às vezes é o suficiente para iniciar uma fase virtuosa para desvendar a situação. Quando uma mensagem chegar, não responda com uma simples declaração, com um “Obrigado por seu comentário”. Use os gatilhos ou faça perguntas de referência que pressionem aqueles que comentaram a responder.

Não há opinião – Os artigos devem sempre fornecer o ponto de vista do autor. Caso contrário, eles são uma simples exposição do fato: eles são uma crônica do evento, um conteúdo que você pode encontrar na fonte oficial. Por que devo comentar um artigo que repropõe fatos já expostos em outros lugares virtuais? Os blogueiros frequentemente exploram a alavancagem de opinião para criar técnicas extremas de isca de cliques: elas vão contra a maré, deslocam o leitor e publicam artigos que vão contra a opinião generalizada.