Razões para continuar escrevendo

Quando você escreve, você pode criar o que quiser e não precisa de um editor interessado em seus romances: existe um blog que ajuda a tornar sua arte pública. Criar também significa isto: ser um artista. Ser capaz de transformar um passatempo em algo único. Você não precisa criar para todos, mas apenas para aqueles que são capazes de apreciar sua arte.

Escreva para o desafio – Essa é uma boa ideia, eu gosto da comparação. Escrevendo como um desafio, para lutar, para resolver um quebra-cabeça.

Eu escrevo porque aceito o desafio da linguagem. Porque a escrita não é um trabalho, mas uma arte que nos obriga a chegar a um acordo com palavras, sintaxe, construções gramaticais, compreensão de significados e construção de significado.

Escrever, afinal, é como esculpir. Trata-se de dar forma a uma ideia no esforço de comunicação. E é uma questão de fazer isso de tal maneira que o leitor veja uma imagem onde antes ele não viu nada. Uma imagem que a atinge e captura. Então, eu escrevo essencialmente para falar a língua de um leitor e dizer a ele o que ele não pode dizer a si mesmo.

Pense em um teorema a ser resolvido e uma prova para fornecer: você tem dados, axiomas, proceda por corolários, leis, implicações. No final o que você faz? Mostre a verdade. Como um bordado em uma trama, na verdade.

E não importa se você, o leitor, vê a verdade verdadeira ou falsa. O importante é que você acredite nisso. E gosto disso. Tudo isso custa esforço. E no final você se encontra com os calos nas suas meninges e na ponta dos dedos, mas se você deixar a marca, vencerá o desafio. E se você deixar o sinal, significa que você realmente escreveu.

Escreva para aprender – A escrita não é apenas uma boa maneira de compartilhar conhecimento e responder às perguntas dos leitores, mas também de aprender algo novo. Para criar conteúdo de qualidade eu tenho que estudar, tenho que coletar notícias, escolher as fontes confiáveis, investigar, comparar: tenho que questionar meu conhecimento para dar o melhor.