Confira como minimizar os efeitos do clima de inverno em relação à saúde

Os meses compreendidos pelo inverno, além das temperaturas mais baixas, podem trazer consigo um clima mais seco. Ainda que essa combinação possa ser bem recebida por muitas pessoas, especialistas recomendam que se redobrem as atenções em relação aos cuidados com o corpo, sobretudo para prevenir danos de ordem respiratórios. Uma das localidades que já tem contado com a baixa umidade do ar é a capital Belo Horizonte, local em que os habitantes também já têm desfrutado de dias mais frios.

De acordo com Felipe Lima Magalhães, médico que concedeu entrevista sobre o tema ao Portal de Notícias Terra, alguns males ocasionados em decorrência do inverno podem ser inevitáveis. Outros, entretanto, podem ser evitados com a adoção de algumas medidas simples, pondera Magalhães. O profissional esclarece que muitos dos problemas vivenciados nesta época do ano decorrem justamente da inalação de ar frio e seco.

O médico assinala que esses tipos de inalação costumam ocasionar inflamações nos tecidos que compõem as vias respiratória, facilitando a entrada de microrganismos indesejáveis à saúde. Ele pontua que as pessoas devem dedicar maior atenção às crianças, visto que estas são mais vulneráveis a este tipo de ação ocasionada pelo clima. Uma das medidas indicadas por ele é a lavagem das mãos, já que este hábito evita com que haja a propagação desses organismos.

Uma prática que pode ser comum entre as crianças, principalmente quando vão à escola, é o compartilhamento de objetos pessoais. Segundo o médico esse tipo de hábito deve ser evitado, ainda mais nos meses de inverno. Os responsáveis pelas crianças, conforme orienta o médico, devem primar pela ventilação em locais onde estas costumam ficar, pois dessa maneira muitas infecções podem ser evitadas.

A ventilação dos ambientes é algo enfatizado pelo médico, pois segundo ele, o inverno costuma fazer com que as pessoas queiram permanecer em locais onde possam se abrigar mais facilmente do frio. Em outras palavras, apesar desta ser uma tendência natural e até mesmo instintiva, não é salutar, uma vez que acaba por favorecer a propagação de moléstias. O médico também salienta que não se deve esquecer de beber água em abundância ao longo do dia.

Saiba mais:

https://www.terra.com.br/noticias/dino/especialista-da-dicas-para-evitar-doencas-respiratorias-no-inverno,65784974ed61ba1c99fc4910ecce9fc2pkj1ofdt.html